19/08/16

Pensamentos da vida | Eu acho engraçado que...

Eu estava refletindo sobre umas coisas, na verdade, estava principalmente refletindo sobre nossas escolhas e o quanto as pessoas adoram culpar a Deus ou ao diabo por suas próprias decisões da vida, como adoram se fazer de vítimas e não reconhecer que aquele resultado é fruto de suas atitudes.

17/08/16

Resenha Literária | A chave dos mundos - As escadas de Urttor (#2)

Título: A chave dos mundos - As escadas de Urttor (#2) 
Autor: Zeca Machado 
Editora: Althea 
Número de páginas: 285
Sinopse: Em um inverno mais rigoroso que o normal, Asirl e Lihor tiveram duas filhas Ishiá e Narhen. Algum tempo depois do nascimento, os pais levaram as crianças para a cidade de Cirròt para consagrá-las aos Deuses e apresenta-las aos amigos, porém, eles se viram perseguidos por um exército que procurava por todo e qualquer recém-nascido.
Em fuga, a família se dividiu, ficando cada um dos pais com uma filha. Após escaparem de seus raptores, foram salvos e viveram isolados por dezoito anos, em cidades élficas, sem nenhum conhecimento de onde o outro pudesse estar.
Narhen cresceu em Larthimar e se tornou uma guerreira com qualidades inimagináveis para os padrões humanos.
Ishiá tornou-se uma sacerdotisa em Phart Halor, a cidade esquecida.
Ao completar dezessete anos, Narhen passou a ter sonhos que a levam e a seu pai a deixarem Larthimar em busca de respostas.
No caminho, Narhen descobriu uma antiga profecia e recebeu um cetro do povo anão. Ishiá, por sua vez, encontrou-se com um ser mitológico para o povo élfico tornando-se sua amiga, além de, junto a esse povo, se aperfeiçoar cada vez mais como sacerdotisa.
Durante sua jornada, Narhen ajudada misticamente por sua recém descoberta irmã, encontrou novos grandes amigos: Zarthrus, um gnomo e Grendhel um humano que passa a segui-la e a ajudá-la. Eles enfrentaram inúmeros perigos, mas fizeram grandes amigos e poderosos inimigos, nesse processo.
Depois de atravessarem por Farthorn, uma floresta considerada pelos humanos como morada de seres maligno, e de se defenderem de lobos negros, ao mesmo tempo em que salvavam um lobo cinzento de uma morte certa, Narhen, Lihor e seus amigos, finalmente, chegam à cidade de Phart Halor onde a família se reencontrou.
Contudo, somente a primeira parte de uma longa jornada chegava ao fim.
Eles ainda precisam descobrir qual o significado do cetro e o que deverão fazer para colocar um fim definitivo nas lutas contra o Exército Negro e trazer a paz novamente ao seu mundo.
Ooi, gente linda! Tudo beleza? Confesso que demorei mais para terminar depois da tag "Li até a página 100 e..." (leia aqui!), mas não foi por a leitura ter ficado lenta, nem de longe foi por essa razão! Mas, porque eu sabia que quando terminasse, ficaria já querendo ter a continuação debaixo do braço e me perder cada vez mais nesse mundo fantástico criado pelo Zeca. Bom, vamos logo para resenha, né?!

15/08/16

Li até a página 100 e... | À espera do amado, de Debby Jones e Jackie Kendall


Ooi, gente! Tudo beleza? A primeira vez que vi sobre esse livro, que fora pura coincidência, eu já desconfiava que iria gostar... Só que quanto mais eu leio, mais eu amo, na verdade! Não esperava tudo isso, devo confessar. Vamos para a tag, não é?!

10/08/16

Pensamentos da vida | Ame você, não os comentários

De uns tempos para cá, eu tenho estado mais presente nas redes sociais, pelo menos no instagram rs E vendo umas fotos aleatórias, metade das mulheres que apareciam, ou estavam dançando (vulgarmente, me desculpe) ou estavam fazendo o "I'm sexy and I need to know it". Bom, essa segunda frase fora mudada por mim, já que algo veio ao meu coração e eu gostaria de compartilhar com vocês. Então, aí vai: ame VOCÊ, não os comentários e curtidas.