18/09/2015

hora do conto | As pequenas atitudes

As batidas do coração, o calor da mão na dela. Estava olhando para a paisagem, enquanto sentia os olhos dele nela, a observando, a analisando com um sorriso bobo. Sorriu involuntariamente, virando seu rosto para que ele pudesse notar o tom de brincadeira, o brilho da diversão em seus olhos. 
- Sabe que eu sempre sei que está me fitando, né? - disse ela, apertando seus dedos nos dele, vendo o sorriso que a sempre fez sentir paz, iluminar o rosto de Esdras, seu esposo. 
- Eu sei, por isso faço de propósito. Você sempre vira e me olha desse jeito. - murmurou ele, chegando mais perto para abraçá-la. 
- São nas pequenas coisas, nas pequenas atitudes que nos faz rir a toa, que nos faz sentir paz. Claro, nas grandiosas também, mas sabe... Quando te conheci, umas das coisas que percebi, foi que você estava ajudando uma irmã da igreja a descer as escadas. - disse Louise, olhando-o atentamente, achando graça de seu cenho franzido. 
- Se interessou por mim porque ajudei a irmã Judit a descer as escadas? - perguntou fingindo incredulidade, rindo em seguida. 
- Não, seu bobo. Eu achei essa atitude linda, fiquei muito feliz, porque nem todos tem a atitude de ajudar os outros, os idosos ou qualquer um. Num mundo egoísta, aqueles que tem a Ele no coração, devem mostrar diferença e é isso que você fez. - falou, encostando sua cabeça em seu peito.
- Verdade... Foi uma pequena atitude, mas que teve consequências boas. Até mesmo um sorriso para o outro, é o suficiente para iluminar o dia daquela pessoa. Uma palavra, um abraço, uma simples ajuda, pode mudar o dia de alguém. 
Louise assentiu, escutando apenas as batidas do coração de Esdras, que suspirou, olhando para além da luminosidade do sol que estava a nascer, o som das ondas do mar a cada nova vinda e ida. Estava refletindo sobre a pequena conversa que acabara de ter. As pequenas coisas que nos fazem feliz estão em cada nova atitude, a cada dedicação para que algo anime os outros. As consequências das boas ações são a recompensa por fazê-las, é um "parabéns" para cada pequena atitude que acaba se transformando em uma grande, pois pode salvar a vida de alguém. 
- Eu te amo, sabia? - Esdras sussurrou, pegando seu óculos escuro para proteger seus olhos da forte luz do sol. Louise olhou-o, beijando-o na bochecha. 
- Eu também te amo. Acordar todos os dias e saber que você é o meu melhor de Deus, deixa meu coração contente de mais. Obrigada por tudo! - disse, voltando a olhar para o mar. 
No amor, para Louise, cada pequenina ação é o suficiente para demonstrar o amor que sentem um pelo outro. Não são necessárias palavras para deixar claro o que se sente, pois com o olhar, com um toque, tudo fica claro. Além de que cada nova e boa coisinha que você faz, deixa um sorriso no rosto daquele que nos ama, que tem misericórdia de nós e que nos dá graças. Então, vamos ao rumo de fazê-lo sorrir cada vez mais e ainda, colorir o dia de alguém.

4 comentários

  1. Que lindo Ruhh!
    Parabéns pelo texto!
    Você escreve sempre muito bem <3
    Beijos
    Dri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Dri! Fico tão feliz em receber suas visitas aqui no blog <3
      Muito obrigada! Fico feliz que tenha gostado.
      Beeeijos!

      Excluir
  2. Ruhh, adorei o texto! Fui dar uma voltinha rápida aqui e já se passaram 30 maravilhosos minutos. E passarão mais. Salvei nos favs ;)
    Abraços psicóticos,
    poisonouslytherin.tumblr.com e www.leituraecia.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooi, Francesco! Que bom te ver por aqui :D muito obrigada! Fico tão feliz por você ter curtido o blog <3
      Abraços!

      Excluir

Que tal deixar a sua opinião registrada aqui no blog?! Nós ficamos muito felizes por saber o que você pensa e pela sua visita.
Por favor, nada de comentários não construtivos e desrespeitosos :D
Deus te abençoe e volte sempre que quiser!
Comentários passam por moderação e são sempre respondidos! Caso queira ver a resposta, ative a notificação ^-^