08/01/2016

pensamentos da vida | Rótulos

Oi, gente liinda! Tudo bem? Faz algum tempo que venho pensando sobre esse tema e tenho sido tratada a respeito. O Senhor me levou a meditar sobre esse assunto depois de alguns vídeos que assisti. Bora papear um pouquinho? Vem comigo!
Inúmeras vezes nós nos pegamos rotulando pessoas, não é verdade? Muitas vezes é até espontâneo, nem pensamos antes de falar ou expor a nossa "opinião". Não é legal ser rotulado. Quem já foi sabe como é um saco, e por que ainda teimamos em fazer isso com os outros? Já parou para pensar que assim como você acha horrível ser rotulado o outro também acha isso? O que não queremos que façam conosco não devemos fazer com o próximo, creio que muitos já ouviram algo parecido com essa frase e ela é beeeem maravilhosa. viveríamos num patamar muito mais elevado se levássemos a sério esse pensamento tão sábio. 
Sabe quando alguém olha para uma garota que se veste de rosa e logo pensa "Olha lá a patricinha"? Por que patricinha? Por que ela está vestida como ela gosta de se vestir? E depois quando encontra essa mesma garota, ela está ouvindo rock e aí pensa novamente "Essa garota é toda patricinha e tá ouvindo rock?!" Por quê? Ela não pode ouvir o ritmo que ela curte só porque veste roupas rosas? Isso é uma das formas de rotular alguém. 
Vamos a outro exemplo: Zé nasceu no interior e veio para a cidade grande cursar medicina, Robinho que nasceu na cidade encontra Zé e diz "Cara, tu vai cursar MEDICINA?" com a expressão risonha continua: "Acho que esse curso não é pra você" 
Você pode pensar: "Maaas Nahh, existem pessoas que fazem isso?!" Sim, infelizmente existem, e devemos orar por elas. 
Agora me diz, só porquê a pessoa nasceu no interior quer dizer que ela não é capaz de concorrer a mesma vaga que você? Me poupeee. Isso só é um exemplo entre tantos outros que se eu fosse citar, o post ficaria gigantesco. 
Eu apenas quero que vocês parem pra pensar se estão já graduados em rotular as pessoas e se por acaso tiverem, que se policiem (é o que estou fazendo, vigiando sempre), porque se não fizermos isso, realmente nos pegamos rotulando as pessoas. Nós cristãos muitas vezes somos muito rotulados, mas às vezes também rotulamos demais. 
"Olha pra crente ouvindo louvor com o ritmo de rock, reggae, eletrônica, pop..." Cara, todos os ritmos foram criados por Deus, dá licença kkkkk Eu fico impressionada com certos comentários. Esse "olha pra crente" é típico, acho que muita gente já ouviu, mesmo que não tenha sido com você. Isso também é rotular. Assim como você dizer que uma pessoa que gosta de reggae é virado numa maconha ou uma pessoa que gosta de rock é revoltado, rebelde, fuma baseado e entre outras coisas e ainda vou mais além: uma pessoa que gosta de ouvir música clássica não pode ouvir rock, por que não???? Não tem nenhum documento escrito que fala a respeito ou tem e eu não estou sabendo? Me falem se tiver, tá? 
Eu creio que todos nós somos livres em Cristo e o mesmo nos libertou de todo rótulo, de toda condenação etc. Sabe, não ligue se as pessoas rotulam você, ore por essas pessoas e se você por acaso também é um rotulador, que você se vigie mais, se policie mais em relação a isso, porque é algo muito chato você querer ditar o que a pessoa pode ou não fazer, deve ou não ouvir e por aí vai. Se você gosta de assistir filme de ação e também gosta de romance, goste e pronto! Se você gosta de ouvir rock e também de ouvir clássico, ouça e acabou! Se você gosta de estampas florais e também de estampas pretas, goste! Se você tem trinta anos e ama assistir desenhos, assista e se divirta! Se você não gosta de chocolate, não se obrigue a gostar porque todo mundo diz que quem não gosta de chocolate é anormal! Se você é um garoto e curte ler romance, leia e se enriqueça! Se você é menina e curte filmes de muita ação e aventura, assistaaa e não esquece da pipoca!
happy smiling jeremy renner awww
E quando alguém te perguntar do que tu gosta, fale sem medo. "Cara, tu lê romance? kkkkkkkk", responda: "Sim, leio e curto muito, algum mal nisso?", fale numa boa, mas não alterando teu gosto por causa de rótulos. Não deixe você mesmo se rotular por opiniões alheias. Seja feliiiiiz, não deixe rótulos mudar quem você é, nem interferir nos teus gostos. "Olha pra crente fazendo piada", responda: "Cara, meu Deus é engraçado e eu sou filha dele!" 
Diga não ao rótulo e seja mais feliz!

Fiquem na paz! 





17 comentários

  1. Sei exatamente como é, também sou cristã, é hilário como as pessoas nos julgam, creio que eles pensem que nós nunca pecamos,aff, não acreditavam nunca que eu conseguiria me formar em direito por eu ser muito "engraçadinha" ou melhor "brincalhona" e segundo eles advogados são tudo "sério, formais e blá blá blá", mas já mostrei que se enganaram e feio!
    Adorei o post, realmente é um ótimo tema.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Fico feliz em ler o seu comentário :D As pessoas muitas vezes estão tão ocupadas rotulando os outros que esquecem da própria vida. Fique na Paz! :))

      Excluir
  2. Oi Nathaly, Amei o post!Nossa, quantas vezes a gente fica até com medo de assumir que gostamos de algo, apenas por saber que receberemos críticas sobre isso... Mas nem Jesus Cristo agradou a todos, porque "Eu" iria agradar? Sabe que já fui criticada por ser "certinha", poxa... para mim, agir corretamente e ser sempre verdadeira é uma qualidade e não um defeito... Portanto, quem quiser gostar de mim, tem que ser como sou, não vou mudar pra agradar outras pessoas, sabendo que não é assim que devo agir... beijinhoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Mércia! Fico muito feliz em ler o seu comentário. <3 Muitas pessoas realmente dão lugar ao medo por não quererem dizer os próprios gostos, muitas vezes para serem aceitas.

      Excluir
  3. Só li verdades hahahah
    Ótimo post, esses rótulos só geram preconceito, até porque quem vive só baseado
    nas aparências das pessoas está fadado a quebrar a cara né.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo seu comentário, Thamiris!:)) É verdade.

      Excluir
  4. Acredito que você tenha feito um desabafo aí.
    Mas enfim, ser rotulado é um saco, de fato. Como se as pessoas a´te aqueles que ficam perturbando, um dia não tiveram seu momento do tipo "olha o tipo do fulaninho ai". É fácil apontar o dedo para as pessoas, difícil é se olhar no espelho e criticar aquilo que se vê.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Helana! É verdade. Muitos apontam o dedo e não procuram corrigir e ajustar a si mesmos. Obrigada pelo seu comentário! :))

      Excluir
  5. Adorei seu post, ficou muito legal.
    Sou evangélica e já fui rotulada muitas vezes, isso é chato demais.
    Se eu aponto um dedo para a pessoa, quatro estão virado para mim... Então pensar antes de qualquer coisa.
    Parabéns
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Esse assunto rende, porque as vezes nós, ou melhor vou falar de mim. E as vezes me pego rotulando as pessoas que estão a minha volta, isso acontece involuntariamente, mas infelizmente acontece, o pior é que eu já sofri muito por ser rotulada no passado, hoje me policio MUITO para não fazer isso, não contento mais com as outras pessoas, quanto me pego pensando em algo tipo " Nossa essa pessoa está fazendo isso!? " logo já percebo que é errado, e que eu já sofri com isso, e limpo minha mente.
    Sei que se todos parecem de usar rótulos, nosso mundo seria bem melhor.

    Beijos, Emy
    www.blogpsicoses.com.br

    ResponderExcluir
  7. Nossa adorei seu texto, um tapa na cara de muita gente, eu sofri e ainda sofro muito por isto, as vezes eu ignoro mas tem horas que e praticamente impossível e acabo ficando muito mal com tudo isso, mas acho que infelizmente faz parte dessa vida que levamos hoje em dia, quantas vezes já me chamaram de patricinha porque eu amo rosa, roxo, e quase sempre estou com estas cores?! Ou me criticaram mais ainda por gostar de sertanejo ou romance erótico, algumas coisas como eu já disse toco o F!@#$ mas outras sem acaba atingindo.

    Parabéns mesmo pela matéria.

    Beijinhos
    Books And Carpe Diem

    ResponderExcluir
  8. Oi Ruhh.

    Seu texto está muito bom e parece ser um desabafo. Eu concordo com você as pessoas tem que fazer o que gosta para se sentir bem. Eu já preocupei muito como as pessoas me viam. Hoje, não ligou mais para isso. Eu faço o que gosto se as pessoas permanecer é porque aceitam como eu sou.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Sim, ser rotulado é péssimo e fazemos isso com as pessoas desde pequenos, quando o coleguinha de escola tem a letra mais bonita ou mais feia, ou tira as notas mais altas ou mais baixas, em fim... Soou como um desabafo e não tem nada demais nisso, serviu para que eu refletisse sobre os rótulos que permanecem em minha vida. Abraço!

    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito do seu texto, Nathaly, pois achei muito reflexivo e inspirador. Acho que os rótulos são sempre muito limitadores, já que nos impedem de enxergar uma pessoa como ela é de fato. Somos muito mais do que aparentamos ser, e se nos enxergam apenas de acordo com os rótulos que nos dão, então será quase nada o que verão de nós. Parabéns pelo belo post!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  11. Oiiie
    adoooorei seu texto, com certeza concordo com cada palavra, afinal, cada um é cada um, não temos que julgar ou nos importar com o que o outro faz ou deixa de fazer se isso não muda nada em nossas vidas

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, muito bom seu texto..
    Muitas vezes deixamos de fazer o que gostamos, de ser nós mesmas por causa de pessoas assim, é muito fácil rotular alguém ou julgar sem nem conhecer de fato. Parabéns pelo post.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oie Flor!!!
    Que texto mais lindo!!!
    Você sabe que eu estava pensando sobre isso ainda ontem, as vezes pequenas atitudes nossas podem ter uma repercussão tão grande na vida de outras pessoal. As vezes brincamos com alguma deficiência de alguém, e nem mesmo sabemos pelo que essa pessoa está passando. As vezes nos escondemos com medo se sermos julgados... e isso é tão triste, porque no fim acaba que ninguém nos conhece verdadeiramente.
    Parabéns pelo texto, amei ;)
    bjs

    ResponderExcluir

Que tal deixar a sua opinião registrada aqui no blog?! Nós ficamos muito felizes por saber o que você pensa e pela sua visita.
Por favor, nada de comentários não construtivos e desrespeitosos :D
Deus te abençoe e volte sempre que quiser!
Comentários passam por moderação e são sempre respondidos! Caso queira ver a resposta, ative a notificação ^-^