20/02/2016

vida cristã | Será que ainda sou virgem? (FaithGirlz)

Quando começamos a explorar as expressões físicas de carinho e desejo, às vezes as coisas parecem fugir de nosso controle e, de repente, acontece isto ou aquilo e nos perguntamos se perdemos a virgindade. Para muitas de nós, essa é uma dúvida que gera a maior ansiedade. Como sempre, porém, Deus tem um jeito todo especial de restaurar a ordem em nossa vida e a paz em nosso coração.
É superimportante entender que existem dois tipos de virgindade:
1. Virgindade de hímen. É bem fácil de definir: Se um pênis nunca penetrou sua vagina, tecnicamente você é virgem. Ponto final.
Dentro dessa linha de raciocínio, existe sempre uma preocupação grande em manter o hímen intacto. Afinal, ele é a prova de que você “se guardou” para o casamento, certo? Hum… Mais ou menos… Estudos médicos indicam que o hímen sofre uma alteração significativa na primeira relação em apenas 40% das mulheres. Nos outros casos, a membrana que cerca ou cobre parcialmente a vagina (se fechasse de tudo, não haveria como menstruar, não é?) já se abriu sozinha na infância ou adolescência, ou simplesmente é bem elástica. A membrana de cada menina é diferente, e existem casos de meninas que nasceram sem ela.
Além disso, é possível ter uma porção de atividades sexuais suuuper íntimas (tipo sexo oral ou anal) e manter o hímen intacto.
Se a virgindade de hímen fosse realmente importante, Deus teria dado algo equivalente para os homens. Afinal, a instrução bíblica para reservar o sexo para a pessoa com quem você se comprometeu a passar o resto da vida é para mulheres e homens também!
2. Virgindade de coração. A verdadeira virgindade vai muito além do estado de seu hímen. Tem a ver com o estado de seu coração.
Ser virgem de coração é entender que o relacionamento sexual não representa apenas a união de duas pessoas. Ele é um símbolo da união de Cristo com sua igreja (todos que creem nele). Quando não levamos o sexo a sério, bagunçamos totalmente esse símbolo incrível e muito sagrado que Deus criou para mostrar o quanto ele tem amor e compromisso com seu povo.
Também é entender que a intimidade sexual deve ser proporcional à intimidade em outros aspectos da vida e ao nível de compromisso assumido em público. Não adianta você e o namorado prometerem um para o outro que vão ficar juntos para sempre – e aí tá liberado, rsrs. Precisam ter estrutura em todas as áreas (emocional, financeira, etc.) para bancar oficialmente essa promessa.
Virgindade de coração é mostrar em todas as suas ações que você entendeu essas duas coisas. É ficar longe de sexting, é não colocar nas redes sociais fotos em poses ou com olhares sensuais, mesmo que você apareça toda vestida. Também é não encher sua mente com sites, filmes, livros e quaisquer outras imagens de sexo que só aumentam o desejo e tornam difícil manter seu compromisso. E, acima de tudo, ser virgem de coração é depender inteiramente de Deus para ajudá-la a entender os limites dentro de cada relacionamento e ficar firme em seu propósito.
Por fim, ser virgem de coração também é saber que virgindade não é igual a identidade. Quando você faz sexo, muita coisa muda, mas você não deixa de ser a pessoa que Deus criou e ama de paixão.
Deu para perceber, portanto, que é possível ser virgem de hímen, mas não ser nem um pouquinho virgem de coração. Também é possível ter tido várias experiências sexuais, mas se tornar virgem de coração. Ao reconhecermos que nossa atividade sexual sem compromisso sério fugiu do roteiro de Deus, temos sempre a oportunidade de nos arrepender e pedir perdão para ele (veja 1João 1.9). E, quando Deus nos perdoa, ele nos vê como se estivéssemos começando do zero.
Não importa o que tenha rolado em seus relacionamentos, você sempre tem como se tornar virgem de coração. E essa é a virgindade que Deus pede de nós e que alegra o coração dele!
Esse texto fora escrito por Susana Klassen, no qual traduz literatura cristã e escreve textos didáticos e paradidáticos para adolescentes. Para ler mais de seus textos, acesse: Faith Girlz

2 comentários

  1. Meninaa, você visitou meu blog e comentou por lá e eu simplesmente AMEI seu blog! Textos muito edificantes, como esse!
    Um assunto bem importante, mas que muitas meninas não sabem a real dimensão. :/

    bjos
    aninhamorando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aninha ❤ Tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado do meu cantinho =3
      Pois é, infelizmente, acreditam e acham que sabe tudo sobre pureza sexual, apesar de que estamos em constante aprendizagem, né?
      Obrigada pela visita e comentário! Amei!
      Beeijos

      Excluir

Que tal deixar a sua opinião registrada aqui no blog?! Nós ficamos muito felizes por saber o que você pensa e pela sua visita.
Por favor, nada de comentários não construtivos e desrespeitosos :D
Deus te abençoe e volte sempre que quiser!
Comentários passam por moderação e são sempre respondidos! Caso queira ver a resposta, ative a notificação ^-^