29/04/2016

Resenha Literária | A indomável Sofia

Título: A indomável Sofia
Autora: Georgette Heyer
Editora: Grupo Editorial Record 
Número de páginas: 404
Sinopse: 
Conheça a heroína mais cativante que já embelezou as páginas de um romance
Sofia Stanton-Lacy é alegre, impulsiva e de uma franqueza desconcertante, características que não combinam com o que se espera de uma mulher em sua posição na sociedade londrina do início do século XIX. Educada durante as viagens de seu pai, órfã de mãe, ela chega à casa de sua tia em Berkeley Square para derrubar as convenções e surpreender a todos com seus modos independentes e sua língua afiada. E Sophy parece ter chegado no momento certo: seus primos estão com muitos problemas. O tirânico Charles está noivo de uma jovem tão maçante quanto ele, já Cecilia está apaixonada por um poeta, e Hubert tem sérios problemas financeiros. A prima recém-chegada decide então ajudar a todos com sua determinação e impetuosidade, e acaba enfrentando agiotas, roubando os cavalos de seu primo e atirando de raspão em um honrado cavalheiro. Embora sejam sempre mirabolantes e arriscados, seus planos sempre dão certo e tudo parece estar sob seu controle. O que ela não espera, porém, é que seu primo Charles, que aparentemente não vê a hora de arrumar um marido para ela, de repente passa a enxergá-la com outros olhos...
Ooi, gente linda e abençoada! Tudo beleza com vocês? Eu novamente com este livro maravilhoso, não demorei nada, não é mesmo? Pois é, devo confessar que terminei este livro em dois dias de tão gostosa que é a leitura e a forma como os personagens são construídos <3 Bom, para não me demorar nesta introdução, vamos para a resenha, não é?!

Resenha

As apresentações do livro: Sir Horace precisava de alguém que pudesse cuidar de sua filha, e ninguém melhor do que sua irmã, Lady Ombersley, ou mais conhecia como Lizzie, para tal papel. Ele confiou à ela sua única filha, Sofia, para ficar de olho nela -- já que dizia que a mesma era muito boazinha e sabia se cuidar sozinha -- e arranjar-lhe um bom casamento, porque a menina já estava com vinte anos, chegando a hipótese de que poderia ser uma solteirona e não tinha mãe, pois a mesma falecera quando a menina era pequenina, além de que Sir Horace precisava viajar para o Brasil e não levaria sua filha com ele para essa viagem, não a esta.
Logo nos primeiros capítulos somos apresentados para com esta realidade de Sir Horace e também, da realidade que se passava na casa da família da irmã, já que o esposo dela era um viciado em jogos e acabou criando várias dívidas, sobrando assim para seu filho mais velho, Charles, cuidar de tudo e ter que usar sua herança, a qual recebeu de um velho tio de Ombersley (seu pai), para livrar o seu velho das dívidas que não eram pequenas, ficando então no poder de tudo, dando ordens, etc. Com toda essa dificuldade, todos, exatamente todos da família tinham certo medo de Charles, mais conhecido como Sir Rivenhall, que eu poderia apelidar de "homem gelo e balista" hahaha 
Pois bem, logo de primeira nos aparece Cecilia, uma das mais velhas das filhas meninas de Lizzie, e seu grande drama romântico: o dever de casar com Lorde Charlbury ou seu romântico (e pateta) poeta, Augustus. Ela não simpatiza com Charlbury, porque seu pai e seu irmão a querem que case com ele, mas seu coração pertence a Augustus, ou pelo menos é o que ela insiste em dizer. Então, disso surge o ódio (nem é tanto assim!) por seu irmão Charles e raiva de que seu próprio pai sempre abaixe a cabeça quando Charles diz algo e todos simplesmente concordam. Por mais que a gente ache que Cecy (apelido que Sofia dá para a mesma) é forte, ela sempre treme quando vê o irmão e chora, pois sempre brigam sobre seu drama romântico. 
"A chegada da Srta. Stanton-Lacy sem dúvida foi impressionante." página 46
  E eis que surge nossa querida, incrível, maravilhosa e cheia de opinião: Sofia! Ou Sophy para os mais íntimos. Sofia surgiu não só para ajudar os primos com seus próprios dramas, mas também para causar na sociedade Londrina e claro, sempre provocar nosso querido, nem tão simpático, Charles. Sofia não tem nada de boba e desde o princípio já adquiriu a confiança de seus primos, dos mais jovens (bem, talvez porque trouxe para eles um mico e um papagaio!) até Cecilia, já que Maria só é citada no livro e está casada, vivendo então com seu esposo. Deixe-me apresentar os irmãos presentes: Charles, Cecilia, Selina, Gertrude, Amabel, Hubert e Theodore. 
Confesso que as partes em que Hubert começou a confessar seus segredinhos sujos que envolvem dinheiro deixou a leitura um pouco menos excitante, mas quando a Sofia resolveu o problema, eu fiquei com um sorriso enorme no rosto e orgulhosa por ela esfregar na cara do Charles que mesmo sendo uma mulher, ela não era ignorante sobre os assuntos diversos que o livro nos apresenta. 
Os planos de Sophy para ajudar, principalmente, Cecilia e Hubert foram geniais, muito mesmo! E me surpreendi com Charlbury, o qual eu estava "destinada" a não gostar, já que no início do livro não sabemos quase nada sobre ele, só de sua grande fortuna e belas casas, mas conhecê-lo foi uma das melhores coisas que Heyer poderia escrever, pois entre Charles e Charlbury, eu provavelmente me casaria com o apaixonante Charlbury! Não que Charles não tenha me conquistado, mas Charlbury é irresistível, e veremos se Cecy concorda com isso no decorrer da leitura hahaha 
"- Farei. O máximo que permitir minha medíocre capacidade. Contudo, gostaria de conhecer a extensão do sombrio plano que você está concebendo em sua mente.
Ela virou a cabeça para fitá-lo, seus expressivos olhos questionando, e, ao mesmo tempo, achando válida a irônica observação.
- Mas eu já lhe disse!
- Tenho uma vaga ideia de que há algo além do que você me disse." página 206
Apaixonar-me por Charlbury foi inevitável e torcer por ele e Cecy também o fora, igualmente eu ter antipatia pelo queridinho cara de anjo (todas as mulheres o acham maravilhosamente lindo), Augustus, o poeta melancólico e sonhador, e isso foi depois de ele aparecer mais, igualmente minha compaixão e raiva que senti da "adorável e muito educada" Srta. Wraxton, noiva de Charles. Bom, eu posso culpá-la (como Sophy já sabia disso!) por deixar Charles ainda mais amargo, porque essa mulher de tão doce pode ser um veneno quando quer! Eu tinha informado que queria saber como seria o fim dela na tag "Li até a página 100 e..." (clique aqui e leia), e bem, até que foi uma bela surpresa para mim saber como ela acabou, igualmente outros personagens que conhecemos depois. 
"- Charles, é muita gentileza sua! Veio para me salvar das consequências da minha indiscrição?
- Não, vim para torcer seu pescoço!" página 396
Com mais de quatrocentas páginas, você deve imaginar que há muito para se falar das aventuras de Sophy e sua língua afiadíssima, e o principal seria que sua relação com Charles é de puro gato e rato, foras aqui e ali. Eu confesso que Charles ainda me é um mistério, porque a autora não focou exatamente nele e sua personalidade difícil, apesar de ser o mocinho principal. Achei que eu descobriria mais dele com o passar das páginas, mas ele continuou sendo misterioso e raivoso, sempre explodindo com as atrapalhadas de Sophy. Bom, pelo menos deu para sabermos de alguns sentimentos dele, já que Sophy o fez enxergar que a relação dele com os irmãos não era lá muito boa, então mostrou-nos um pouco da sensibilidade e amor que ele sentia pela família. Também do amor que nutriu, aos poucos, por Sophy e ela, secretamente, por ele.  
Bom, sobre o final: achei que iria me surpreender mais, que iria perder o fôlego, mas isso não aconteceu realmente, apesar de eu dar risadas e sorrir cúmplice dos planos loucos da Sophy, que não me decepcionou em nenhum momento. Acho que Heyer poderia ter escrito um final mais digno para toda esta bela história, pois achei muito corrido e como se fosse escrito para não ter mais páginas. 
A construção dos personagens é realmente incrível, devo afirmar. Heyer soube muito bem criar personalidades marcantes e apaixonantes (meu doce Charlbury!), também me surpreendeu com alguns outros personagens, como a mulher que seria a futura esposa de Sir Horace, mas isso vocês descobrem quando lerem!
"- Charles! - exclamou Sophy, chocada. - Não é possível que me ame.
O Sr. Rivenhall fechou a porta atrás dele e, de uma maneira muito rude, tomou-a nos braços e beijou-a.
- Eu não a amo. Detesto-a intensamente! - replicou com aspereza." 
Sobre a diagramação: as páginas são amareladas; a fonte é boa, mas notei que algumas partes estavam com algumas palavras um pouco apagadas; a capa é impecável e apaixonante, nada a reclamar; nas orelhas tem informando sobre a história e autora; encontrei pouquíssimos erros de pontuação e ortográficos, o que me deixa muito sorridente! Por fim, a editora Record fez um ótimo e belo trabalho com esse livro. 
 Um livro incrível, com uma personagem que arrancará muitos risos e palmas. Georgette Heyer soube como me prender à leitura e me viciar com sua escrita e personagens, realmente recomendo para quem gosta de personagens femininas maravilhosas e um romance que surge aos poucos, e claro, uma escrita que nos leva para as aventuras de Sofia com sua ousadia e personalidade forte. Se você gosta de romance, seja ele de época ou não, gostará desse livro com uma pegada leve para uma leitura numa tarde qualquer! Com certeza os planos, respostas afiadas e brigas de Sophy e Charles podem e vão te conquistar!
Espero que tenham gostado da resenha ^-^ Não deixem de procurar mais, vale muito a pena.
Beeijos.
Você pode comprar o livro aqui: Grupo Editorial Record

32 comentários

  1. Eu comprei esse livro ♥ E tô aguardando ansiosamente para ler. Li algumas resenhas bem legais do livro e todas distacam o bom humor dele e a sua leveza. Tô imaginando tambpem como Sophia pode ser meio pentelha, porque até o momento é isso que ela me passou hehehehe
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Helana! Sim, o humor contido no livro é ótimo e a escrita é bem fluída <3
      Sophy é um amor, gente hahaha Mas, apronta cada uma que é ótimo de se acompanhar \o/ Beeijos e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  2. É a segunda resenha desse livro que eu leio, e eu estou com muita vontade de lê-lo. Olha que eu nem sou muito fã de romances de época, mas gosto quando tem uma personagem como a Sophia, extrovertida, meio doidinha, que faz as coisas de acordo com o que ela acredita.

    Beijos
    http://aquelaborralheira.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Jana! A Sophy é uma personagem muito massa e que merece ser conhecida, sério :D É uma ótima leitura e espero que possa ler o livro em breve ^-^
      Beeijos

      Excluir
  3. Adoroo romances históricos e esse parece ser bem divertido!
    A personagem principal parece ter um pouco de Lizzie Bennet.
    O chato é q vc falou que o final é corrido ai já não animei tanto.rsrs
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi! Muito bom, te garanto ^-^ Realmente! Ela parece, porém, bem mais ousada hehe
      O final, foi o seguinte: eu esperava mais, sabe? Como falei, eu pensava que perderia o fôlego, mas não que não me agradou, mas sim, eu esperava que a autora tivesse feito um final mais digno hahaha Mas, foi muito engraçado!
      Bjs

      Excluir
  4. Oi Ruhh, eu já li esse livro e adorei, especialmente por ser romance de época, gênero que eu adoro. O que mais me impressionou nesse enredo foi a protagonista, achei essa simplesmente demais, e muito divertida. Sua resenha demonstra bem tudo que eu senti com essa leitura, e também acho que vale muito a pena ler esse livro.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Fer! Ela é incrível e me surpreendeu muito também ^-^
      Vale mesmo!
      Beeijos e obrigada pelo comentário <3

      Excluir
  5. Primeira resenha que li desse livro e já pensei: Eu quero!!
    vc escreve muito bem..
    adorei.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Flávia! Queira mesmo, vai gostar bastante <3
      E muito obrigada!
      Bjs

      Excluir
  6. Adoro livros com personagens femininas fortes, apesar de não fazer o meu gênero literário, gostei bastante da sua resenha, vou indicar para a minha irmã!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Lucas! Ela é muito massa ;) Igualmente meu doce Charlbury <3
      Indica mesmo, espero que ela leia :D
      Abraços.

      Excluir
  7. Menina que boa surpresa.
    Ganhei esse livro e amei a capa, mas como passo Sarah J. Maas na frente de tudo rsrsrs ainda não pude lê-lo. Depois da sua resenha ele vai para a frente da fila com certeza.

    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi!
      Coloca mesmo, vale a pena! E entendo bem como é essa situação hahaha
      Beeijos e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  8. Oi Ruh
    Ahh que pena que o final ficou corrido, é meio chato quando isso acontece né, li um livro não faz muito tempo que foi meio assim, a história seguia num ritmo de repente tudo de importante que tinha que acontecer, aconteceu em em 50 paginas das quase 600 do livro, tenso demais. Mas, pelo menos, o resto do livro foi bem proveitoso para você o///
    Beijinhos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daniele!
      Sim, é meio chato, mas graças a Deus não foi um final sem sentido ou coisa assim, mas achei que a autora poderia demorar um pouco mais, explicando mais algumas coisas rsrs E quando autores fazem isso pelo o que você passou é tenso mesmo :/
      Foi sim, vale a pena!
      Beeijos

      Excluir
  9. Olá Ruhh!!!
    Eu gosto de mocinhas assim determinadas e mesmo que sejam um pouco atrapalhadas, ainda conseguem se impor.
    Fico me perguntando o charme desse Charlbury para ter lhe conquistado tanto?? rsrsrs
    Além disso a capa é linda e sua resenha ficou incrível =)
    Parabéns =3

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi! Acho muito massa também ^-^ Charlbury tomou meu coração tão sutilmente, que nem notei direito, já estava encantada com ele hahaha :3 Vai entender!
      Muito obrigada, e eu me apaixonei nessa capa.
      Bjs

      Excluir
  10. Olá!

    Não sou fã de romances de época, então dificilmente faria essa leitura. Deixo para minhas amigas que adoram um romance clássico. Apesar de não curtir o gênero, adorei sua resenha.

    ResponderExcluir
  11. Ai que delícia de história! Quero muito, muito ler esse livro e conhecer a figura da Sophy!! ^_^
    Bjks
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi! Espero que conheça logo, vai se divertir e sorrir cúmplice dos planos mirabolantes dela hahaha <3
      Bjs

      Excluir
  12. Oiie. Já tinha visto a capa, mas não tinha lido nenhuma resenha. Adorei a forma como você apresentou o livro e dizer que ele foi incrível pra você, mostra interesse em mim.
    Gostei demais da sua resenha.
    Beijos
    http://casinhadaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi! Obrigada ^-^
      Beeijos e espero que possa lê-lo.

      Excluir
  13. Oi Ruhh! Amei sua resenha! A capa é linda! Parece ser uma leitura super divertida, gosto de protagonistas afiadas rsrsrs deixa a leitura mais legal, foje do tradicional! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Suzana!
      Obrigada :3 E a capa é linda mesmo. Verdade! A leitura foi incrível ;)
      Beeijos

      Excluir
  14. olha...tá aí um livro que eu fiquei com vontade de ler só por causa da sua resenha!!!!!

    vou procurar saber mais sobre ele, pois eu não o conhecia!!!

    adorei a resenha!!!

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi! Aah, fico feliz em ler isso <3
      Obrigada.
      Bjs

      Excluir
  15. Olá!
    Se eu já queria esse livro, após a sua resenha só aumentou o meu interesse! haha Adoro personagens fortes, determinadas. E amo romances, principalmente os de época. Será que quero ler esse livro? rs Não conheço a autora, mas pelo visto ela merece Tocantins inteiro ein?!
    Esse tipo de livro, leve, engraçado, romântico, com pitadas de humor e personagens ótimos é que eu quero pra mim. #ficaadica rs
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Kamilla!
      Fico contente que a resenha tenha deixado seu interesse maior <3 É muito bom mesmo!
      E ela merece sim hahaha
      Beeijos e espero que leia mesmo.

      Excluir
  16. Oie, que resenha ótima.
    É a primeira vez que vejo sobre este livro e confesso que estou bem curiosa a respeito da obra e espero lê-lo em breve, pois a personagem me parece alguém que vou amar conhecer e espero que seja logo, logo

    Beijos da Fê
    As Catarina´s / Fanpage / Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi! Obrigada ^-^
      Desejo que leia em breve também :D vai gostar!
      Beeijos

      Excluir

Que tal deixar a sua opinião registrada aqui no blog?! Nós ficamos muito felizes por saber o que você pensa e pela sua visita.
Por favor, nada de comentários não construtivos e desrespeitosos :D
Deus te abençoe e volte sempre que quiser!
Comentários passam por moderação e são sempre respondidos! Caso queira ver a resposta, ative a notificação ^-^