18/09/2016

Resenha Literária | Encontrando Perdão

Título: Encontrando perdão 
Autora: Priscila Reis Andrade 
Editora: Amazon
Número de páginas: 201
Sinopse: O frio do inverno parecia dar uma trégua. Seria bem melhor se ele fosse logo para longe, assim as flores poderiam dar o ar de sua graça. Foi neste inverno que Carolina conheceu aquele que faria seu coração, até então frio e solitário, aquecer. Mas nada é tão fácil como parece, principalmente porque está prestes a mudar-se com os pais, que não convive bem, para o Sul. Seu ser está em constante batalha, mas este mal pode ser dissipado se ela escolher realizar uma difícil tarefa... perdoar.
''De pinturas em quadros até descobertas que podem mudar sua vida, esta história irá emocioná-lo mais do que finais felizes de contos de fadas, e levá-lo a compreender o que um sentimento verdadeiro pode alcançar. '' 
- Leila Agnoleti
Ooi, gente! Tudo beleza? Sabe quando você diz que sua cota de romances acabou, mas acaba lendo um e se surpreendendo? Pois é, isso aconteceu comigo e gente, não me arrependo nem um pouco por ter lido Encontrando Perdão! Vamos logo para a resenha, né?

Resenha:

As apresentações do livro: Segredos da Vida é a série formada pelos livros Encontrando Perdão e Dívida Eterna. Os livros falam sobre as descobertas pessoais de três mulheres que buscam reencontrar a essência dos verdadeiros sentimentos com fé, amor e perdão.
E para esta resenha, trago o primeiro livro: Encontrando Perdão, onde conhecemos Carolina, ou Carol, uma jovem de quase vinte e quatro anos e que lutava por sua liberdade. 
Carol nunca teve um relacionamento muito bom com seus pais, Samantha e Edgar, pois se sentia desprezada e não amada por eles. Por conta de traumas na infância e por sempre guardar seus sentimentos para si, acabou criando um enorme muro entre ela e seus pais, afastando-os de vez e tratando-os com frieza. Toda vez que se encontrava com eles, acabava em uma briga desagradável e com o sentimento de indiferença. 
"- Eu queria amar alguém - comentou sonhadora.
- Antes de amar alguém você deve se amar."
Ao completar dezoito anos, Carol conseguiu uma vaga para o curso de Artes Plásticas na Universidade da capital, e esta fora a sua oportunidade para mostrar aos pais que poderia se cuidar sozinha. Com a mudança para um quartinho alugado, começou a viver com seus próprios recursos, dependendo apenas de si, orgulhosa por ter sua independência. Pouco antes de se formar, junto com alguns amigos, montou um ateliê para diversas atividades artísticas e aulas. Após dois anos com esse projeto, decidiram expandir para outras cidades do estado. Assim, Carol mudou-se para uma cidadezinha ao noroeste da cidade dos seus pais.
Com seu próprio ateliê, onde dividia com sua ajudante e melhor amiga Miriam, dava aulas de pintura e estava muito feliz pelas suas conquistas. Contudo, algo surpreendente aconteceu: ela conheceu o rapaz que iria desafiá-la a analisar-se e a conhecer o Amor. Além de saber que seus pais se mudariam para o sul do país e que a forçariam a ir com eles.
"Minha infância e adolescência foram voltadas para o meu desejo de liberdade."
Douglas é um jovem rapaz que sofreu e ainda sofre por conta da perda de seus pais, que faleceram num acidente de carro há dez anos atrás. Frio na fé e com dúvidas do porquê aquilo ter acontecido com ele, Douglas decide, por fim, reconciliar-se com o Pai e encontrar suas respostas. 
Douglas é um personagem bem construído e que é impossível não se apaixonar por ele. É simpático, amoroso e muito compreensível. Ele é uma chave muito importante no desenrolar da história, e ver a grande amizade que passa a ter com Carol é emocionante, é de querer para si também. 
Foi esta amizade que fez com que Carol fosse, finalmente, colocada contra a parede e a levou a ver o que tentava esconder a todo custo. Fez com que ela visse a verdade e a fez conhecer o Amor, o seu Amigo-Pai. E temos a chance de conhecer o porquê dos pais terem se afastado também e o porquê das escolhas deles, o que achei bem compreensível e emocionante.
"Acreditava que nada acontecia por acaso."
Eu me emocionei bastante com esse livro. A Priscila soube me surpreender de uma forma mais doce e meiga possível. Este livro traz diversas reflexões, sobre os mais diversos assuntos, do perdão ao conhecer a si, Encontrando Perdão vai além de um drama familiar e um romance apaixonante. Mensagens sobre perdoar a si e pedir perdão são as mais tocantes, o que o título ajuda bastante a já esperar na história. Mas, não sabia que traria um assunto tão forte: o quanto os pais (a família) são importantes na vida de uma pessoa. O quanto o amor, carinho e compreensão deles é importante para o desenvolvimento de uma criança. Além de nos mostrar a importância de sabermos reconhecer nossos erros e saber consertá-los antes que seja tarde demais, antes de perder a oportunidade de começar novamente. E também traz sobre relacionamentos a distância, o quanto podem ser difíceis e desafiadores, como a insegurança pode afetar o relacionamento e a confiança como base de tudo.
Carol é uma personagem muito forte e que sofreu bastante por conta dessa frieza em seu relacionamento familiar. Acreditava não ser amada e voltar (ou começar) a amar seus pais vai ser bem difícil. E só para quem ler terá a chance de saber se ela conseguiu amá-los e se conseguiu perdoar a si, podendo, finalmente, seguir em frente e sem o vazio que sentia! Há muito mais nessa história, sério ;)
"Estava me sentindo menos solitária agora com o Douglas como amigo, ele me fazia enxergar que tudo na vida tinha um lado bom e me ensinava a ver beleza nos pequenos gestos."
Sobre a diagramação: li em formato digital, então não tenho muito o que dizer. Acho a capa maravilhosa e sou completamente apaixonada por ela! E não encontrei muitos erros de revisão.
Um livro que vai te emocionar e te fazer refletir sobre a vida. É maravilhoso e verdadeiramente me surpreendeu. A escrita da Priscila é bem jovial e clara, o que faz a leitura fluir muito bem.
"- Não existe vitória sem luta, muito menos restauração sem sacrifício."
Espero que tenham gostado da resenha e que não percam a chance de se aventurar neste romance incrível! 
Beeijos e até a próxima!

Compre o livro: Encontrando Perdão


Priscila Reis Andrade é baiana, mas mora no Rio de Janeiro onde estuda Arquitetura e Urbanismo. É evangélica, da igreja Batista, e começou a escrever histórias aos 15 anos de idade. Desde 2009 escreve romances com valores cristãos e mensagens para fortalecer a fé, que contenham humor, amor e reflexão.
Em 2012 ganhou o concurso de literatura da secretaria de cultura do Estado do Espírito Santo, na categoria Romance – autor estreante, com o livro de aventura Viajantes do Tempo 1, voltado para adolescentes e jovens cristãos.
Site: http://priscilareisandrade.wix.com/site
Facebook § Instagram: @priscilareisandrade § WattPad

Assista ao booktrailer (que ficou fantástico!):



   

13 comentários

  1. Amiga, ainda não li o Encontrando Perdão, mas ele está na minha lista! Concordo com você, realmente a Priscila tem uma escrita clara e jovial, digo isto porque já tive o prazer de ler um lindo conto escrito por ela, na antologia Amores de Verão. Fiquei bastante impactada quando você disse que este livro vai além de um drama familiar e um romance apaixonante, isso mostra o quanto ele é profundo, e o quanto conseguiu tocar seu coração. É maravilhoso quando mergulhamos numa linda história e aprendemos intensamente com ela, não é mesmo?
    Ah, e também sou apaixonada por essa capa, ela tem uma beleza reconfortante. ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir
  2. Tenho muita vontade de ler as obras da Pri :D

    ResponderExcluir
  3. Legal a temática desse livro.
    Parece nos mostrar lições para carregar por toda a vida. Aqueles livros que te deixam pensando por dias...
    Acho que só lendo para descobrir.. rs

    #Ana

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. No início da sua resenha tive a sensação de estar lendo algo relacionado as irmãs walsh da Marian Keyes.
    E a sensação de semelhança permanece, não como mais do mesmo, sim como algo interessante.
    Já quero!

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito de ler e quando se trata de romances melhor ainda.
    Lendo sua resenha fiquei com vontade de conhecer essas obras da autora.
    Não a conhecia.
    Bjos!



    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Achei muito interessante o tema desse livro, ainda mais porque nunca li nada parecido. Realmente, os pais são o Alicerce de tudo que construímos e a maneira como somos criados e como eles no tratam faz toda a diferença no processo de crescimento.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Rute! Tô adorando suas dicas, sabia? E a minha lista só aumenta e aumenta e aumenta... Esse daí tem carinha de que nos faz chorar e toca nosso coração, né? Já fiquei afim de ler rs

    beijos

    www.leitorasinquietas.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bom?
    Como sempre as suas resenhas são maravilhosas! Não conhecia o livro, mas fiquei muito curiosa em ler.
    Pela sua resenha, é um livro que para as pessoas que estão indecisas na vida irão se transformar. E claro, um livro que lhe fará refletir muito.

    Bjux ;)
    entrelinhasalways.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ruhh! Estou lendo o livro Viajantes do Tempo 2, e gostando bastante! A Priscila é ótima. Bom saber que ela possui mais títulos, vou procurar sobre o Encontrando Perdão com certeza <3

    blogquebrandobarreiras.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Ruh
    Não conhecia a autora e nem o livro em questão. A sua resenha está encantadora e a capa está fabulosa.
    Mas temo que esse livro não seja muito o meu tipo de leitura, por isso hoje deixarei a sua dica passar

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  11. OOi1
    Não conhecia o livro e nem a autora. Gostei bastante da premissa dele, parece ser daqueles cm uma ótima história e que nos faz parar para refletir; o que amo.
    Dica mais que anotada!

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ruhh!
    Não conhecia o livro é primeira resenha que leio dele. Ele é um pouco diferente do estilo de leitura que mais leio, mas gostei a premissa e acho que seria uma leitura que me agradaria. Já anotei a dica para ler assim que tiver um tempo.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  13. Ainda não conhecia esse livro, mas adorei a premissa dele. Você sempre dando ótima dicas! Vou lê-lo com toda certeza. E sei que vou amar.

    ResponderExcluir

Que tal deixar a sua opinião registrada aqui no blog?! Nós ficamos muito felizes por saber o que você pensa e pela sua visita.
Por favor, nada de comentários não construtivos e desrespeitosos :D
Deus te abençoe e volte sempre que quiser!
Comentários passam por moderação e são sempre respondidos! Caso queira ver a resposta, ative a notificação ^-^